imageUm dia a areia branca
Seus pés irão tocar
E vai molhar seus cabelos
A água azul do mar
Janelas e portas vão se abrir
Pra ver você chegar
E ao se sentir em casa
Sorrindo vai chorar

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar de um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade de ficar mais um instante

As luzes e o colorido
Que você vê agora
Nas ruas por onde anda
Na casa onde mora
Você olha tudo e nada
Lhe faz ficar contente
Você só deseja agora
Voltar pra sua gente

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar de um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade de ficar mais um instante

Você anda pela tarde
E o seu olhar tristonho
Deixa sangrar no peito
Uma saudade, um sonho
Um dia vou ver você
Chegando num sorriso
Pisando a areia branca
Que é seu paraíso

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar de um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade de ficar mais um instante.

Música: Roberto Carlos
Foto e pés: Adriana Nunes

a3e0efc591994c6b4494b02ad26475b3 ela

“Eu ainda estou aqui
Perdido em mil versões irreais de mim
Estou aqui por trás de todo o caos
Em que a vida se fezTenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu que tanto me perdi
Em sãs desilusões
Ideais de mim
Não me esqueci
De quem eu sou
E o quanto devo a você

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Mesmo quando me descuido
Me desloco
Me deslumbro
Perco o foco
Perco o chão
E perco o ar
Me reconheço em teu olhar
Que é o fio pra me guiar
De volta
De volta

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
No temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu ainda estou aqui”

imageMUDANÇA
Mude, mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a
velocidade.

Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas,
calmamente, observando com
atenção os lugares por onde você passa.

Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os seus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia,
ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama…
Depois, procure dormir em outras camas
Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais… leia outros livros.

Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia.
O novo lado, o novo método, o novo sabor,
o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.

A nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.

Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida,
compre pão em outra padaria.

Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado… outra marca de sabonete,
outro creme dental…
Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.

Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos
óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros,
outros teatros, visite novos museus.

Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light, mais prazeroso,
mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já
conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança,
o movimento, o dinamismo, a energia.

Só o que está morto não muda !
Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco,
sem o qual a vida não vale a pena !!!

 
Clarice Lispector

Porque via tua face… E escutava a tua voz… E sabia que se tratava de ti, mas sabia também que era só um sonho…
Então acordei, e não lembro de mais nada…
Até confundo o que um dia foi real com o que foi apenas parte de um sonho…
E, ao acordar, e ver que de fato não estavas ali, ficou em mim apenas uma doce sensação de felicidade, e a certeza de que quem a trouxe foi a tua presença em minhas lembranças…!

Adriana Nunes

4c8ec411f9f8ed628c358102ef7ecc65

O amor tem seus mistérios… Não sabemos de fato a medida do amar! O amor da vida toda; o amor de toda hora; o amor, assim, platônico… Do amor que cura, penso que seja profundo… Mas, apesar de todo amor ainda persiste uma dúvida: Não será todo esse amor apenas uma ilusão…?

Adriana Nunes
ffe8a393f81c2945d22b6d96eb7b752f

ba2d5a4ecc2c948347b95f48fd47c426“Meu coração hoje acordou
Buscando por você
Sem medo de querer
Meu coração
Sabe porque
Te ama tanto assim
E quer você pra mim
Eu não sei explicar
Esse amor que nasceu
Está em mim e é seu…

Te amo.”

 

O momento de tomar uma decisão muitas vezes passa por segundos!

O que a gente realmente vai fazer, não dá para saber racionalmente, mas a resposta já está bem lá dentro da gente.

Em questões de segundos decidir se vai falar ou não, se vai parar ou se vai seguir sem saber se haverá outra oportunidade…

E aí a gente decide parar, e cumprimentar, e depois vai embora sentindo que o mundo quase que parou por alguns segundos, mas que  você tem que seguir, mas que você queria ter dito um montão de coisas nos segundos que teve, e não disse nada, talvez três ou quatro palavras soltas…

Ou você decidi seguir, e se arrepende pro resto da vida, porque não vai saber nem onde procurar, se resolver falar o que tinha preparado para falar, mas você não parou justamente porque não preparou nada, mas lá no fundo do seu ser, existe sim, um monte de sentimentos que poderiam tentar se expressar em palavras…

Parece que as coisas só acontecem ao seu tempo mesmo…

 

Adriana Nunes

 

493784bd669b7ea03cbe702be023a20e

Como faz tempo que eu estive por aqui…

A última vez foi em janeiro, e eu estava triste com acontecimentos da vida…

Sempre me lembro do blog, mas gosto de escrever quando as palavras parecem sair do coração… E não apenas jogar um amontoado de palavras por aqui…

Sabe, em nossas vidas sempre estamos buscando ser feliz, e parece que nossa felicidade sempre envolve pessoas…! É claro que momentos felizes também chegam com status, metas alcançadas,… Mas ela chega principalmente por pessoas.

Porque fomos a uma festa e nos encontramos com pessoas legais, porque aquela pessoa que estamos louca por ela nos deu um sorriso, porque nosso amigo(a) querido(a) chegou de viagem, porque nossa mãe nos preparou aquela comida especial… São tantas coisas, tantas pessoas!

Também são as pessoas que nos fazem triste, é claro que existe tristeza pela doença, pelo emprego que não  se conseguiu, pelo animal querido que se perdeu, mas existe muitas tristezas porque alguém nos magoou, gritou conosco, nos passou a perna, foi embora sem ao menos deixar notícias…

Fico pensando o quanto cuidamos das pessoas, as que amamos e as que não amamos, se damos a atenção que merecem, se tentamos conquistar, se sabemos ouvir, ou se só procuramos por conveniência… Sabe, na maioria das vezes só damos valor quando a pessoa se afasta de nós… E aí, o laço que foi desatado fica bem difícil de ser refeito… Porque, na maioria das vezes, as situações da vida são outras, e podem não estar mais favoráveis para se conseguir concluir o laço…

Nossos tesouros no mundo costumo dizer que são as pessoas, principalmente as que amamos e que muitas vezes  não conseguimos demonstrar que temos sentimentos, os melhores, por ela…

Vim aqui hoje escrever para que olhem bem para dentro de vocês e tentem sentir quem é que mora por lá, tentem ver que ninguém é perfeito, então porque aqueles que amamos seriam? Tentem fazer com que as coisas boas de cada um se torne o mais importante, ou por que não fazer com que o amor que você sente por ela se torne o mais importante? E ainda que seja motivo suficiente para uma visita, um telefonema, um convite para sair, a entrega de um sorriso, de um abraço e a declaração de que apesar de tudo ainda gostas dela…!

As pessoas que amamos sempre valem a pena…!

Onde mora o amor também mora a ternura, quando desprezamos a quem amamos, encontraremos com a amargura…

Façam algo enquanto a vida nos dá tempo…!

Sejam felizes, e saibam que a felicidade se encontra na simplicidade!

Adriana Nunes

abraco

“Eu tava triste, tristinho
Mais sem graça que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só, sozinho!”

Mas depois passa…

Porque não há tristeza que não seja seguida de alegria!

Adriana Nunes

 

so

janeiro

 

Janeiro está já indo embora…

Vai não Janeiro! Fica mais um pouco!
Janeiro tem que partir, fevereiro tem que chegar, e certas idas e vindas da vida a gente não
pode impedir, a gente tem é que se conformar…
De um janeiro longo… E também curto… Curtíssimo!
Adriana Nunes