Arquivos para categoria: Uncategorized

Se eu fosse falar da minha vida nesse momento, eu diria que ela está meio esquisita… Os dias não são mais os mesmos, algumas coisas perderam o sabor e outras perderam a graça… Algo ou Alguém claramente faz falta… O sorriso andou murchando, isso quando não é inundado por uma chuva salgada que tem gosto salgado e que costumamos chamar de lágrima… A cabeça já não se concentra no momento que se faz presente, ela chega a incomodar, ela pesa, ela dói. O corpo sente e o coração então… Dói uma dor de verdade, sentida, vivida, doída… Alguns dizem que quando algo ou Alguém vai embora deixando um vazio, é porque algo precisava ser renovado… Esse vazio um dia vai ser preenchido… Sobre isso eu ainda não sei falar… Mas aprendi com a vida que ainda que chova e se faça inverno um dia a estação vai mudar e um dia irei olhar da janela e perceber que já não há inverno dentro de mim e no lugar de chuva haverá o canto e a cor de uma nova estação!

Adriana Nunes

Девушка и кот смотрят на ночной Лондон

Imagem: Pinterest
Anúncios

de repente

Imagem: Pinterest

Viver cada dia e um dia por vez tentando colocar em prática aquilo que se aprendeu no decorrer da vida…

Buscar um sentido para aquilo que parece não significar mais…

Adriana Nunes

e3f2e8fe08c9846bdcf0a90d6c5911c3

Imagem: Pinterest

 

É o mecanismo que usamos para poder suportar a realidade…

É onde podemos viajar sem limites!

Lá tudo é possível, porque o impossível não aprendeu a sonhar!

Quando por lá eu flutuo, parece que o mundo daqui não existe, porém lá é lugar que se vai só de visita, na hora de lazer, pois o mundo que nos rodeia sempre nos convoca a estar por aqui, atuante e presente!

Então vivamos assim, com um pé lá e outro cá…!

Adriana Nunes

Musicality at it's finest. Medicine for the Soul.  MD.radio - Now available in…

Imagem: Pinterest

O aniversário é meu, mas a felicidade eu gostaria que caísse sobre todos nós…! Por isso, vim compartilhar uma música pra gente ouvir, com o desejo que ela se torne realidade! Felicidades e vida para todos nós!

 

Com carinho,

Adriana Nunes

 

“Eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha reta. Tive que voltar atrás, andar em círculos, perder dias, perder o rumo…”

Marla de Queiroz

c36369806b06eccabd4ec4d6709299bc

Numa conversa sobre tanajuras, sobre que gosto ela terá, entre manteigas e opiniões, seu sabor eu logo tratei de contar:

Tem gosto da gente criança, se juntando numa farra danada com um monte de outras crianças; mais a sua mãe, os seus vizinhos, a sua rua todinha… Com sacos amarrados nas pernas, e bacias cheias de água, em torno de alguma barreira, à procura das tanajuras!

Tem gosto de voltar pra casa, com sorriso no rosto.

Cheirinho de café no fogo, e um outro cheirinho bem singular, da tanajura frita na manteiga e envolvida com farinha!

Tem gosto de crocância, de um final de tarde diferente! E, para quem gosta de tanajura, certamente ao pensar sobre seu gosto, logo se lembrará dessas coisas que a gente conhece na infância…!

Adriana Nunes

tanajura-rebeca

tanajura-este

Imagens: https://mangiachetefabene.wordpress.com; + arquivo pessoal da minha amiga Rebeca

Daquela saudade danada que dá do passado… Das pessoas, dos encontros, das músicas, dos momentos, dos tempos…

Saudade daquilo que não volta mais… Daqueles que, ainda se voltarem, não serão os mesmos…

Saudade da inocência, saudade da ousadia, saudade de viver mais um pouco, em um tempo que durou tão pouco…

Talvez, refletindo sobre saudade, possamos dizer que ela seja o que ficou de um tempo que passou… Uma lembrança, um sentimento, uma vontade, uma espera de algo que não volta mais igual como era antes…

Adriana Nunes

 

saudade

ba2d5a4ecc2c948347b95f48fd47c426“Meu coração hoje acordou
Buscando por você
Sem medo de querer
Meu coração
Sabe porque
Te ama tanto assim
E quer você pra mim
Eu não sei explicar
Esse amor que nasceu
Está em mim e é seu…

Te amo.”