Quem poderá entender as coisas do coração…

São inexplicáveis… mas também são puras e verdadeiras. Na verdade, quem as confundem são as pessoas!

Na tradução dessa música, tem um trecho que diz:

“Você pode me ajudar?
Você pode me deixar ir ?
E você ainda consegue me amar
Quando você não consegue me enxergar mais?”
Como assim? Deixar partir quem se ama? O ajudar é deixar partir? Se não te vejo, deixarei de te amar? Só se nunca tiver sido amor…
Ou talvez, quem realmente ama, é quem deixa partir…
Na verdade, dentro de nós, o amor é sempre mais complexo que tudo isso (música, poesia, palavras, gestos). Fala-se tudo, e nada. Fala-se nada, e disse tudo.
Tão confuso assim? Parece que sim…
Drika
Anúncios