Eu esqueci, que uma vez eu ganhei essa música…

Eu esqueci, que poderia precisar ouvi-la outra vez…

Eu esqueci que passa…

 

Então eu lembrei da música…

E vim aqui, oferecerê-la

Com carinho, para vocês…

Adriana Nunes

Anúncios

“Menina , amanhã de manhã
quando a gente acordar
quero te dizer que a felicidade vai
desabar sobre os homens, vai”

**

Um dia, era meu aniversário, desejei de todo o coração que a felicidade desabasse sobre todo o mundo… Gritei, cantei, rezei aos quatros cantos que desejava essa felicidade para todos nós. Falei abertamente que o aniversário era meu, mas que desejava a felicidade para todos… todos…!

Acho que a felicidade não entendeu, que eu fazia parte desse todo… Ou então ela entendeu tão perfeitamente que resolveu iniciar um projeto de felicidade para mim, o qual ainda não fui capaz de compreender…

O dia do aniversário passou e, no amanhã de manhã, quando o dia amanheceu, nada era tão feliz assim, a tristeza veio apresentar-se, veio informar que a felicidade descobrira muitas brechas onde precisava entrar, e achou que a tristeza talvez ficasse bem hospedada por aqui… talvez… mas só por um tempo…

Sabe, passou um bom tempo para eu ter coragem de escutar a tal música anunciadora desse meu desejo de felicidade, ela já não me fazia feliz, ela fazia doer ao coração… Afinal, desejar coisas boas não deveria atrair coisas boas…? Ou… Ou o mundo está torto? Ou eu estou entendendo tudo errado…?

Só o tempo, para ajudar a entender compreender todos esses acontecimentos… Só o tempo para ir curando as feridas e os machucados…

A música ainda é difícil de ouvir, afinal o que era para trazer boas sensações, passou a ser associado a lembranças não muito boas… Mas hoje eu entendo, como já entendia antes mas tinha abandonado a minha crença, que a felicidade de ninguém fica comprometida pela felicidade do outro… A gente é que, muitas vezes, procura a felicidade no lugar errado, ou a associa a algo específico…

A felicidade vem de dentro para fora, é uma forma de viver e se relacionar com o mundo, com os nossos problemas, com as nossas dores… É ter o coração sangrando e mesmo assim ser capaz de apreciar a beleza da natureza, admirar a beleza de uma criança, sorrir com o vento gostoso que passa acariciando o rosto, ou correspondendo a alguém que ingenuamente nos sorri …

Precisei chorar para que um monte de gente tivesse que sorrir e assim ter atendido o meu presente de aniversário…? Certamente não… Certamente apenas os meus pensamentos no momento de dor e inquietação passaram a interpretar assim…

Já dizia o poeta que a dor e o amor cura… E já me disseram também que a felicidade foi feita para todos… a gente só precisa procurar no lugar certo e, acreditem, continuar desejando que ela chegue para todo mundo!!!! E ela haverá de chegar, e atender ao chamado, e saber mostrar que mesmo na dor, onde os pensamentos e a visão se tornam turvos, existe um mundo de luz, e por isso existe cor, e sabor, e beleza, e vida, e oportunidades, de se transformar, refazer, reviver e que enquanto nós pudermos amanhecer, teremos chances de mesmo nos dias chuvosos, encontrar a beleza que vem com a chuva… e a dor também… Só nos cabe escolher como nos relacionar com elas…!

By: Adriana Nunes

 

 

 

 

 

 

c3672db3f23c954437b4607ecc9caa0d

Um dia, toda mágoa há de sair do coração, e nele restará apenas os sentimentos bons.

Até lá… que as músicas nos inundem e possam acalentar e distrair; que a oração seja uma constante e que os olhos se abram para a beleza da vida…
By Adriana Nunes

De repente eu não vejo mais nada… Mas o mundo me apresenta a inconstância da vida… Onde nada é para sempre, onde tudo se transforma, onde o e308baa1a412f2fb265393d64b05d4fehomem pode ser cruel mas também onde o homem pode se regenerar e evoluir… Um dia somos o pedinte e no outro poderemos ser o doador, um dia somos o curandeiro mas no outro poderemos ser o doente… Como já dizia Alice “Tudo muda de lugar!” e eu ingenuamente repetia, sem saber que aquela fala era verdadeira…!

By Adriana Nunes

525d8b18ac88dd2b01d13e97a560a8bcQuando não se sabe nem o que escrever, pois não há música, nem poesia, nem palavra alguma que nesse momento consiga expressar o que se estar a sentir…

Será que este mundo de sentimentos e palavras são mesmo tão confusos assim?

A cada canção, uma afirmação e uma negação, porque é assim mesmo que aqui dentro e fora do peito tudo se contradiz. Mesmo nossas certezas, aquelas só nossas que temos como verdades, elas chegam num ponto de nos confundir e ironicamente nos fazer questioná-las, questionando a si mesmo, e a cerca do que se pensava ser tão propriamente seu…

O mundo é infinitamente grande e cheio de possibilidades mas, há vezes, que nenhuma delas parece se encaixar dentro de nós…

Então sossega… pois até mesmo isso é passageiro…!

By Adriana Nunes

 

A dor liberta… E algumas dores ajudam a curar também. Até mesmo a dor tem data pra terminar… E quando ela vai embora o que fica? Leveza em olhar para o futuro…?

Adriana Nunes

IMG_20180215_213053_410

Sabe, dizem que as coisas boas não chegam fácil, e falam como se a dificuldade e o sofrimento viessem como algo que está a preparar o que é bom na vida da gente, aliás dizem que tudo o que é conquistado em meio a luta e ao sofrimento tem um sabor melhor, bem melhor…!

Sobre o sofrimento, ouço ainda que “agora você não vai entender, só depois…” ; ou ainda “talvez isso seja o melhor para você!”.

Realmente, não compreendo essas palavras, sei que já reproduzi algumas delas mas compreender de fato eu não as compreendo. Espero, ansiosamente, por esse tempo da compreensão… Porque agora só consigo pensar que nós procuramos meios, ao justificar, de olhar melhor para o sofrimento, com a esperança de um futuro melhor… Pois então, se é isso que faz sustentar, tentarei segurá-lo, tentarei segurar o que for me ajudar a passar para fases melhores, de vitórias.

No momento, sei dizer que o sofrimento dói, e sabe o pior? Ter que mastigá-lo e engoli-lo…

Acredito que o amor a vida e o amor em sua forma mais pura (amor a si, ao próximo, ao bem) sempre pode vencer as dificuldades, com paciência, serenidade e coragem.

Se a gente estaciona no caminho, não deixará de sentir a dor, estará ainda no corredor dela, a provar do seu sofrimento… Para vencer é necessário ter coragem e amor dentro de si, para continuar caminhando e conseguir chegar ao outro lado do corredor, onde há luz, esperança e possibilidades de seguir por outros caminhos…

Adriana Nunes

9f497468fd83a183936ef744654c3534

Imagem: Pinterest

“VEM AÍ 365 NOVAS OPORTUNIDADES!”

Ontem, último dia de 2017, vi a frase a cima e fiquei refletindo sobe ela, sobre como realmente cada dia é uma oportunidade. Pois bem, um ciclo se inicia e com ele novas chances de poder viver coisas novas, e a forma como perceberemos isso vai depender muito da forma como olhamos para o mundo, ou seja, como percebemos o que nos cerca e o que nos acontece.

Então hoje, primeiro dia de 2018, agradeci a Deus por todas as coisas que ele me concede. Acordei no aconchego do lar, com aqueles que são as minhas raízes, e me senti acolhida amada e fazendo parte desse grupo, embora algumas vezes pareça ser tão diferente deles, mas esse acolhimento não tem preço!

A cada dia um acontecimento, uma oportunidade de perceber algo novo em nossa vida… E hoje, com a meditação dos mistérios gozosos no terço, percebi que quem reza se encontra com Deus! Então hoje, especialmente nos mistérios 1 e 2 dos gozosos, percebi a importância de uma visita, do ir visitar e do fazer visita…  Do quanto é importante receber alguém, levar algo de positivo a alguém…

Que 2018 seja de descobertas, fico hoje com a frase abaixo que fala de visita e de humildade (duas coisas que aprecio quando partem do coração):

“Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha visitar-me?”

 

Adriana Nunes

 

“Tenha um Natal bem feliz, viu!”

E eu não pensei que essa frase fosse me emocionar tanto… Porque feliz era o que eu queria ser. Felicidade era sim o que eu queria sentir no Natal! Mas não era bem isso o que o meu coração estava sentindo… Não era isso o que eu previa para o meu Natal… Que Jesus é o nosso grande presente nessa data eu já sabia, e lhe era muito grata pelo seu amor. Mas no Natal também se celebra a família, e eis aí a minha lacuna… A minha, este ano, já não era mais a mesma… Que a ternura do menino Jesus possa chegar de alguma forma em meu coração na noite do Natal e possa consolar os corações que se sentem como o meu nessa noite…!
Que a Luz do menino Deus possa iluminar as partes mais escuras da terra nessa noite Sagrada, trazendo luz onde há trevas,  vida onde houver sofrimento, esperança para o desconsolado, amor no lugar do ódio e do rancor, e sonhos para aqueles que já não sabem sonhar…
Que Jesus nos traga luz, e paz e sorrisos que nascem no coração…!
Que o Natal possa sim ser feliz (escutai-nos, menino Deus!)!
Que haja uma noite de Luz para todos!
Adriana Nunes
São José modelo de pai presente e atencioso, de esposo amoroso e fiel. https://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2014/03/19/o-nosso-pai-sao-jose/
Imagem: Pinterest

Já estamos perto da virada do ano, e este ano eu não quero fazer a minha tradicional retrospectiva. O momento, para mim, não é de relembrar o que aconteceu, nem de lamentar pelo que deixou de acontecer; quero apenas AGRADECER a Deus, pelo seu infinito e incondicional amor, pelos seus braços reconfortantes, que nos acolhe e nos renova para um novo levantar.

Nessa virada de ano, muitos círculos se fecham e um monte de outros círculos se inicia junto com o círculo do ano de 2018.
Que seja um ano de paz, amor e Deus sempre presente, percebido e sentido em nossas vidas!
Avante!
Adriana Nunes
IMG_20171204_232510_589
Imagem: Pinterest